Painel 

O Grupo Friedman começou o ano de 2016 fechando projetos com grandes empresas do segmento.

Além da renovação de contrato com empresas de renome como Inbrands, The Body Shop, Sebrae-DF e Lojas Lebes, o grupo fechou ainda dois importantes projetos com a rede de lojas Besni e com o Grupo Ornatus, detentor, entre outras, das marcas Morana e Baloné.

O investimento no desenvolvimento de pessoas têm se mostrado fundamental no atual cenário econômico. Segundo o presidente do Grupo Friedman, Fernando Lucena, cuidar da produtividade da equipe passou a ser mandatório para as empresas comerciais. Da mesma forma, zelar pelo relacionamento com o cliente se tornou estratégico para sobreviver às turbulências. 

Para o diretor corporativo de varejo & franquias da Inbrands Alexandre Sá Pereira, o trabalho com o Grupo Friedman foi importantíssimo. "Evoluímos para além da relação de uma simples consultoria para uma parceria comprometida com os objetivos de mudança. Conseguimos alcançar um modelo único de gestão, aplicável e replicável, nas diversas marcas que compõem a plataforma do Grupo Inbrands” - afirma Alexandre.

Os recursos envolvidos nos projetos, que visam o desenvolvimento dos lojistas e de suas equipes de vendas, incluem treinamento presencial, ferramentas multimídia, além de manuais e vídeos customizados que contemplam as áreas de gestão e vendas, operações e conhecimento de produto. 

Para 2016, ainda que o cenário econômico seja desafiador, a expectativa de crescimento do Grupo Friedman é de 10% em relação ao ano passado. Para Alexandra Sanglard, vice-presidente do Grupo, muitas empresas de varejo entendem que esse é o momento de focar na operação das lojas, na busca por maior eficiência e produtividade.

  • Compartilhe: