Artigos 

foto-harry-alta3.jpg

A maioria dos varejistas gastam muito tempo tornando suas lojas visualmente atraentes. Se seu estilo de merchandising projeta uma imagem de luxo, prestígio ou um festival de pechinchas, sem dúvida você está tentando atrair clientes.

Às vezes, porém, acabam sendo negligenciadas algumas áreas, não consideradas de exposição, mas que são claramente visíveis para os clientes. Infelizmente, há momentos em que estas áreas de “exposição não intencional” podem passar ao seu cliente uma impressão positiva, ou muito negativa.

Vamos começar com o caixa. Esta talvez seja a área mais importante, devido à quantidade de tempo que o cliente permanece de pé no balcão.Eles têm pouca coisa para fazer senão prestar atenção em 

todos os detalhes por trás do balcão. Na verdade, muitas vezes é impossível não reparar neles e interpretá-los.

Um cliente relatou ter notado um cartaz com a palavra "SORRIA" como um acrônimo, claramente com o objetivo de inspirar os vendedores enquanto eles concluíam o processo da venda. Era um lembrete de todos os bons elementos de um serviço ao cliente que deveriam ser cumpridos. O cliente na verdade não tinha ainda pensado se estava satisfeito ou não com o atendimento da loja até que notou o cartaz e se deu conta de que seu vendedor não estava fazendo nenhum dos procedimentos sugeridos. Ele nem sequer estava sorrindo!

É uma ótima ideia se colocar no lugar do cliente e dar uma volta pela loja todos os dias. Qualquer coisa que não tenha sido pensada aos olhos do consumidor deve estar fora de sua vista.

Essa é uma coisa simples, que você pode fazer para garantir que nada prejudique a grande experiência do seu cliente em sua loja.

Harry J. Friedman

Fundador do The Friedman Group

  • Compartilhe: